Rua Maria de Abreu Moraes, 140 - Caieiras-SP 11 4441-9498 11 4899-5735 11 4441-2895

Tipos de Molas

Molas

Qualquer elemento mecânico ou não pode ser considerado uma Mola. Em última análise, todos têm alguma elasticidade e respondem elasticamente pelo menos em um intervalo de solicitação. Essa resposta elástica depende do material aplicado na sua construção.

Trata-se de um elemento único ou uma associação de elementos, capaz de assumir notáveis deformações elásticas sobre ação de força ou momento e, portanto em condições de armazenar uma grande quantidade de energia potencial elástica.

As Molas podem ter vários tipos de forma, como as Molas de compressão, Molas de tração, Molas de torção, Molas prato, Molas espiral de fita, as de uso mais comum na engenharia são as helicoidais cilíndricas, e Molas de tensão constante. Os elementos característicos das Molas são a flecha, a rigidez e a flexibilidade.

FABRICAMOS A PARTIR DE DESENHOS, ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OU AMOSTRAS.

Trabalhamos com uma diversidade de materiais com faixa de bitola de 0,20mm a 50,80mm. Confira:

SAE 1080 – DIN 17223 C, SAE 1070 – DIN 17223 B, SAE 5160 / 6150 / 9254, AISI – 302 / 304 / 316 / 316 L / 410 / 420, INCONEL, MONEL, HASTELOY, BRONZE.


Molas de Compressão

As Molas de compressão - sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal ou em máquinas automáticas e semi-automáticas. Em forma helicoidal cilíndrica, cônica ou bicônica com as extremidades abertas ou fechadas, retificadas ou não. Suas espiras são enroladas sempre com vão entre elas. Com secção do arame redondo, oval, trapezoidal ou quadrada.


Molas de Tração

As Molas de Tração - sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal ou em máquinas automáticas e semi-automáticas. Em forma helicoidal suas espiras são geralmente enroladas encostadas em alguns casos com vão entre elas, pode ser cilíndricas ou bicônicas fabricadas com arame redondo ou em secção retangular. Apresentam ganchos nas extremidades dos mais variados tipos.


Molas de Torção

As Molas de Torção - sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal ou em máquinas automáticas e semi-automáticas. Possui as extremidades em forma de braços de alavanca onde é aplicada a força. A mola helicoidal de torção quando submetida ao esforço de uma carga qualquer tende a enrolar ou desenrolar ainda mais suas espiras. A flecha elástica e a energia potencial disponível em correspondência desta flecha são proporcionais ao número de espiras da mola.


Anéis

Sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal ou em máquinas automáticas e semi-automáticas. Com secção do arame redondo, trapezoidal ou quadrada em aço carbono e inoxidável na espessura de 0,50 milímetros até 15,88 milímetros. Muito utilizado no travamento e retenção de eixos rolamentos e furos.


Mola de Fita / Espiral

Sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal ou em máquinas automáticas e semi-automáticas. Em fitas de Aço Carbono e Aço Inox ou perfil chato de 0,10 até 4,00 milímetros de espessura e largura de 5,00 até 100,00 milímetros. Muito utilizadas em fechaduras, mecanismos de acionamento automático, portas, ferramentas elétricas, furadeiras industriais, fresas, em cintos de segurança para veículos.


Estamparia

Fabricação em aço de baixo, médio, alto teor de carbono, em Aço inoxidável. Para diversos segmentos da indústria na espessura de 0,20 a 3,00 milímetros na largura de 5,00 a 100,00 milímetros.


Molas para Retentor

Sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal, em máquinas automáticas ou semi-automáticas. Em aço carbono e inoxidável na espessura de 0,10 a 2,00 milímetros, seu comprimentos varia conforme o diâmetro do retentor. Utilizados para vedação de eixos rotativos, especialmente na construção de maquinas e aparelhos bem como na indústria automobilística. Os produtos a serem vedados podem ser pastosos, líquidos ou em forma de gás. Na maioria das vezes trata-se da vedação de óleos e graxas de lubrificação.


Grampos

Sua fabricação tanto pode ser de forma artesanal, em máquinas automáticas ou semi-automáticas. Em aço carbono e inoxidável na espessura de 0,10 a 2,00 milímetros, seu comprimentos varia conforme o diâmetro do retentor. Utilizados para vedação de eixos rotativos, especialmente na construção de maquinas e aparelhos bem como na indústria automobilística. Os produtos a serem vedados podem ser pastosos, líquidos ou em forma de gás. Na maioria das vezes trata-se da vedação de óleos e graxas de lubrificação.